Artigo:
       Home         |    Agenda 
 

     Serviços









 É possível ter filhos após a vasectomia?

A vasectomia representa um dos métodos contraceptivos mais utilizados por homens em todo o mundo. Porém, cerca de 6% dos vasectomizados buscam auxílio médico para serem pais novamente. Entre as causas mais freqüentes para esta mudança de expectativas está um novo casamento, o desejo de uma nova criança na mesma relação e até mesmo a perda de um filho.

Conforme o médico urologista Eduardo Scortegagna, a reversão da vasectomia é possível. Porém, os resultados da reversão dependem basicamente do tempo, de utilização de técnica adequada e da experiência do cirurgião. "Em mãos experientes, o sucesso do resultado é maior em pacientes vasectomizados até 15 anos" , após as chances diminuem.

Essa cirurgia não é aconselhada para homens que não têm certeza de que não querem mais filhos, para solteiros e também no caso de ter menos de 35 anos (a não ser que seja casado e a gravidez implique em arriscar a saúde da mulher).

A operação é bastante segura, não interfere nas relações, nem no desejo sexual e também não é mais necessário se preocupar com outros métodos anticoncepcionais.

Como toda cirurgia, a vasectomia possui algumas desvantagens.

· Não oferece proteção imediata.Por isso é necessário utilizar, por um tempo, outros métodos até que os espermatozóides armazenados sejam expelidos (15 ejaculações).

· O homem pode sentir um pouco de desconforto durante e depois da cirurgia.

O que é? A vasectomia é uma operação realizada nos homens que consiste em cortar os canais deferente para evitar que os espermatozóides possam se unir com o óvulo. É feito um pequeno corte nos testículos, usando anestesia local - dura cerca de 20 a 30 minutos. É um método contraceptivo utilizando no planejamento familiar em todo o mundo, 13% dos casais nos Estados Unidos optam por este método.

As técnicas utilizadas. Os melhores resultados na reversão da vasectomia são conseguidos quando é utilizado um microscópio, pois os canais são muito finos e de difícil visualização a olho nu. "Para se ter uma idéia, os fios utilizados para a recanalização dos vasos deferente são dez vezes mais finos do que um milímetro e quase impossível de se enxergar sem aumento (lupa ou microscópio)", explica o médico.

Quando se tenta a reversão pela primeira vez as taxas de sucesso chegam a cerca de 85%, isto é com a presença de espermatozóides, mas não significa que haverá gravidez. Destes, 60% terão uma gravidez, os demais precisaram recorrer a outros métodos, como inseminação artificial. Numa segunda tentativa, as chances diminuem muito.

Pós-operatório - No pós-operatório o paciente deve utilizar antiinflamatórios, antibióticos, suspensório escrotal, não dirigir por três dias, não ejacular por 14 dias, não erguer peso ou praticar esportes por 30 dias e uma avaliação do ejaculado em 45 dias.

Dr Eduardo Scortegagna - Médico Urologista

 

 

Voltar
   
UROPASSOFUNDO 2010 © |Todos os direitos Reservados |        Powered By Partners Solutions & Technologys